Biografia

 

Cristina Aché, além de ser uma atriz renomada, é uma artista que se rendeu à delicadeza das sedas e à alquimia das cores, descoberta feita nos galpões do Théâtre du Soleil, importante companhia de teatro francesa em que trabalhou entre 2006 e 2009.  

Admirada pelos painéis cenográficos pintados para o grupo francês por Ysabel Maisoneuve, foi trabalhar no ateliê da artista como sua assistente, chegando a colaborar, entre outros trabalhos, no figurino da ópera Fortunio, assinado por Christian Lacroix. Cristina voltou ao Brasil em 2010, estreando em sua nova atividade como artista plástica com o lançamento de uma série de lenços em que combinou, sobre seda pura, a pintura em aquarela com a técnica japonesa Shibori, arte milenar japonesa que dá às fibras um aspecto tridimensional, elaborado com recursos de reservas, ligaduras e banhos artesanais. Entre suas fontes de inspiração, a artista considera a viagem que fez ao Oriente em turnê do Théâtre du Soleil como a principal referência de seu trabalho. 

Ao longo de sua carreira como atriz, Cristina foi premiada pelos principais festivais de cinema e teatro (recebeu o Mambembe de teatro pelo melhor espetáculo com Deus, o Quiquito de Gramado e o Candango de Brasília por sua atuação no cinema), tendo também trabalhado na TV e dirigido o espaço cultural Galpão do Solar, do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.  Atualmente a atriz cria os tecidos para diversas finalidades, fazendo lenços, figurinos e painéis cenográficos para as artes cênicas, tecidos para vestuário e padrões exclusivos para decoração.

Suas peças podem ser encontradas em seu próprio ateliê no Rio de Janeiro, na loja Dona Coisa e no ateliê da estilista Any Carro.

« volta